Sede que engorda!

Water splashing into glass
Water splashing into glass

Em meu livro Glúten e Obesidade, a verdade que emagrece, falo da surpresa que senti ao voltar a sentir a sensação de sede, tão logo optei por uma dieta sem glúten. Somente aí percebi que durante muito tempo não sentia mais sede, esquecendo-me facilmente de ingerir água, o que tinha era fome… Muita fome. Um desejo imenso de mastigar e engolir o que fazia durante todo o dia, habituada que estava com os meus mais de noventa quilos.

Repentinamente, depois de algum tempo sem ingerir o glúten (proteína do trigo e outros cereais) com a baixa da compulsão alimentar comecei a desejar água. Somente aí entendi. Ocorre que a sensação de sede era entendida por mim como fome e posso assegurar que isso acontece com muita gente. Há um embotamento nas sensações, uma confusão muito grande que vive o compulsivo. Fome, fome… Essa é a grande realidade, que ocupa grande parte do dia ou mesmo todo, que não dá espaço para nenhuma outra sensação. Então, com sede, se come, é como se come!

Essa é a sede que engorda!

Água é um grande emagrecedor, se quisermos uma explicação bem simples e “motivadora”, afinal ela não contém calorias!

Brincadeiras à parte, comece a prestar atenção a ingestão de água diária. No início, acredite: Você terá que “empurrar” o precioso líquido goela abaixo…

Uma sugestão: Nada de beber muita quantidade de uma só vez e nem tão pouco exagerar. Um adulto saudável deve consumir de um litro e meio a dois por dia e se você chegar a isso, está muito bom.

Mesmo que não esteja e uma dieta sem glúten, o simples fato de ingerir mais água fará seu corpo se manter mais saudável, é ela que regula vários sistemas e ajuda a “limpar” o organismo de tudo que nos é prejudicial. Abaixo vou deixar umas dicas que podem ajudar a retornar ao hábito de ingerir água e acabar de vez com a sede que engorda!

Regina Racco

  • Meça a quantidade de água a ser tomada no dia, mantenha em um litro e meio a dois, jamais menos e mesmo que prefira chegar a três, pare aí, não precisa ser mais do que isso.
  • Tome a água sempre em pequenas quantidades, você não deve sentir o estomago pesado ou sentirá enjoos o que dificultará a ingestão.
  • Refresco, refrigerantes e qualquer líquido adoçado ou contendo aditivos químicos não pode ser considerado água.
  • Chá desde que não adoçado pode ajudar a ingerir líquidos, não é propriamente água, mas ajuda e pode contar no montante ingerido por dia.
  • Na presença da fome, tome um copo de água e espere mais quinze minutos, você se surpreenderá com a quantidade de vezes que a tal fome passará. Saiba que cada vez que isso acontecer, você terá ingerido menos calorias e a consequência você já conhece.